Bem vinda e bem vindo à Nova Era da Negociação de Conflitos

COMPARTILHE

Qual a tendência e o futuro da solução de conflitos trabalhistas? O atual modelo, pautado no contencioso e no processo judicial, se manterá para sempre?

Nos últimos 10 anos o total de reclamações recebida pela Justiça do Trabalho foi em torno de 21 milhões, com uma média anual de 1,8 milhão. Para administrar essa forma de solução de conflitos, ainda somente no caso da Justiça do Trabalho, o Brasil mantém uma estrutura com cerca de 3 mil magistrados e 40 mil servidores, distribuídos em 24 Tribunais Regionais do Trabalho e 1573 Varas, que implica em gasto anual de cerca de R$ 23 bilhões por ano. Some-se a essa conta o TST, que custa cerca de R$ 1 bilhão por ano.

Não bastasse isso, hoje temos no Brasil cerca de 610 mil advogados, a sua grande maioria formada no modelo do contencioso e do litígio.

Para fechar o cenário some-se a tais elementos o agressivo avanço da tecnologia, com a Inteligência Artificial tomando conta de várias ações até então privativas do ser humano. Existem países que estão avançando para um Estado totalmente digital e a China já testa Inteligência Artificial para substituir magistrados.

Juntando todas as e peças, voltamos às primeiras perguntas: esse modelo se mantém para sempre? Sendo questionada a sua manutenção e perpetuidade, a pergunta seguinte que se coloca é: existe alternativa?

Sim! Há alternativa e quanto a qual a substituição do homem pela máquina conta com restrições, ao menos em parte.

Trata-se da solução consensual de conflitos.

Mas isso não se confunde com a forma de solução consensual nos moldes tradicionais de negociações de barganha, por vezes sem qualquer racionalidade, nos termos da velha CLT da década de 1940 e do já faziam os antigos juízes classistas.

Trata-se de um formato de solução consensual e negociação de caráter técnico e eficiente, desenvolvida em bases sustentáveis.

O objetivo desse espaço virtual é contribuir com aqueles que querem se preparar para o desafio de adaptação aos novos tempos.

Bem vinda e bem vindo a esse novo momento!

PS: para saber mais sobre Negociação voltada à Solução de Conflitos Trabalhistas, tendo contato com conceitos e construções como técnicas de negociação e estratégias de negociação, avalie o Curso de Negociação Trabalhista para Advogados no link a seguir:

Bons acordos!

RELACIONADOS

técnica negociação policial bom policial ruim negociacao de conflitos negociação trabalhista curso de negociação para advogados
Técnicas de Negociação de Conflitos e Negociação Trabalhista

TÉCNICA DE NEGOCIAÇÃO DO POLICIAL BOM E RUIM

Como funciona a técnica de negociação de conflitos e negociação trabalhista do policial bom e ruim Você conhece e sabe como funciona a técnica de

diferença de mediação e conciliação negociacao de conflitos negociação trabalhista curso de negociação para advogados
Ética e Aspectos Jurídicos sobre Negociação de Conflitos e Negociação Trabalhista

DIFERENÇA ENTRE CONCILIAÇÃO E MEDIAÇÃO

A importância da distinção entre conciliação e mediação para a negociação de conflitos e negociação trabalhista Você sabe a diferença entre os conceitos de conciliação